UFSCar é destaque em Química de Produtos Naturais no Brasil

Linha de pesquisa busca novos fármacos; Paulo Cezar Vieira, professor aposentado da Universidade, é referência na área

Nos últimos anos, a Química de Produtos Naturais tem ganhado espaço e notoriedade nas pesquisas brasileiras, muito especialmente a partir do trabalho realizado no Departamento de Química (DQ) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A área objetiva desenvolver novos fármacos e defensivos agrícolas, a partir da natureza, o que consequentemente contribui com avanços na Saúde, na economia do País e na conservação do meio ambiente.

Na UFSCar, um dos docentes com atuação destacada neste campo é Paulo Cezar Vieira, do DQ, homenageado em cerimônia realizada pelo Departamento no último dia 20 de abril, no Anfiteatro Bento Prado Júnior da Universidade. O intuito do evento foi prestigiar e reconhecer o trabalho acadêmico-científico do professor, que se aposenta e deixa uma contribuição de importância internacional no escopo da Química de Produtos Naturais.

Com suas pesquisas, Vieira introduziu, na Universidade, uma linha de ensaios com enzimas que constituem alvos valiosos para a busca de novos fármacos. Ele relembra o início de sua trajetória como docente na UFSCar, em 1981, e o começo dos estudos em Química de Produtos Naturais. “Nos anos de 1980, os trabalhos tinham foco na parte essencialmente química dos produtos naturais e, para isto, são importantes os conceitos de separação e purificação de substâncias orgânicas e a elucidação estrutural desses compostos. Muitas vezes, foram necessárias transformações químicas para melhor caracterizar uma substância isolada”, conta o professor. Nesse sentido, as maiores descobertas de seu grupo de pesquisa estavam no ineditismo químico dos produtos encontrados.

“Ao longo dos anos, passamos a estudar os produtos naturais sob o ponto de vista de serem substâncias bioativas e poderem interagir com diferentes alvos, causando respostas fenotípicas diversas. Começamos, então, a isolar produtos naturais com bioatividades variadas – os antimicrobianos, antiparasitários e inibidores enzimáticos”, explica o docente.

Professor Paulo Vieira é homenageado em cerimônia. Foto: Matheus Mazini
Professor Paulo Vieira é homenageado em cerimônia. Foto: Matheus Mazini

Vieira conta que, mais recentemente, começou a trabalhar com micro-organismos, que também são produtores de substâncias que podem dar origem a novos fármacos. “Acredito que, a partir do momento atual, a nossa área deve se voltar para o melhor conhecimento de micro-organismos e suas interações, principalmente levando-se em consideração que eles podem ser manipulados geneticamente e assim aumentar as possibilidades de se obter produtos de interesse farmacológico. Para isso é necessário um bom entrosamento com biólogos, especialmente aqueles que trabalham com Biotecnologia e áreas afins”, defende o pesquisador.

Para Vieira, o Brasil, com sua mega diversidade, tem todas as condições de avançar neste campo do conhecimento, já que há grupos voltados aos produtos naturais espalhados por todo o País. “No meu entendimento, precisamos de mais inovação e de projetos mais audaciosos. A nossa área é de grande utilidade no desenvolvimento de muitos produtos para diferentes setores, como fármacos, cosméticos e agroquímicos. É um campo que permite inovação e que pode gerar produtos que a sociedade tanto espera”, destaca o professor.

Na opinião de Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva, também docente do DQ, uma das maiores contribuições de Vieira à área de Química da UFSCar foi a excelência na formação de alunos de doutorado, que hoje são professores bem sucedidos em outras universidades. “Com muitas orientações concluídas ao longo de sua carreira, Paulo contribuiu para o avanço da Química de Produtos Naturais no Brasil”, relata Silva. Para ela, o principal desafio aos demais pesquisadores do DQ será manter esta linha de pesquisa produtiva. “Esperamos que o grupo continue com o entusiasmo que Paulo sempre imprimiu aos estudos”, diz a professora.

Para Silva, a cerimônia de homenagem à Vieira foi um reconhecimento essencial aos seus anos de dedicação à Universidade. “Um pesquisador que contribuiu para o avanço da ciência na UFSCar em níveis nacional e internacional merece o reconhecimento, não somente do seu grupo, mas da instituição como um todo”, completa ela. Estiveram presentes na cerimônia Walter Libardi, Vice-Reitor da UFSCar; João Batista Fernandes, Pró-Reitor de Pesquisa e representante do Grupo de Química de Produtos Naturais da Universidade; Claudio Antonio Cardoso, Vice-Diretor do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET); Julio Zukerman Schpector, Chefe do DQ; Nerilso Bochi, Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ); e Pedro Manoel Galetti Jr, professor do Departamento de Genética e Evolução (DGE). Na ocasião Vieira foi homenageado pelas autoridades presentes e também pelos seus ex-alunos.


Fonte: UFSCar / Adriana Arruda


 

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Seções
Fechar Menu