fbpx

Os Detectores a Gás no Contexto da Evolução da Física Nuclear

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP) realizará o colóquio “Os Detectores a Gás no Contexto da Evolução da Física Nuclear” no dia 21 de março de 2019, em São Paulo.

O palestrante será o professor do IF-USP Tiago Fiorini da Silva, que abordará aspectos da evolução dos detectores de radiação a gás no contexto da evolução dos conceitos da física nuclear, e como esses desenvolvimentos colaboraram nos avanços teóricos que retroalimentaram novos desenvolvimentos dos detectores a gás.

O evento é gratuito e não precisa de inscrição prévia. O colóquio acontecerá às 16 horas, no Auditório Abrahão de Moraes do IF-USP, na rua do Matão, 1371, Cidade Universitária, São Paulo.

Haverá transmissão ao vivo pelo site do IPTV-USP.

Mais informações: http://portal.if.usp.br/pesquisa/pt-br/node/1828.

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Colunas para cromatografia gasosa da Zebrom tem qualidade internacionalmente reconhecida

A Zebrom produz colunas para cromatografia gasosa (GC) desenvolvidas por cientistas especializados da Phenomenex com a melhor tecnologia do mercado. Como comprovação de sua eficiência, foi reconhecida com três prêmios

Linha SafePack do Grupo Polar mantem estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo

Novas tecnologias, que foram apresentadas na 24 ª FCE Pharma, foram desenvolvidas para manter e garantir estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo  

15ª edição da Analitica Latin America traz Rodada de Negócios: espaço reservado para a efetivação de negócios

Reprodução de Analitica Latin America A Analitica Latin America, visando proporcionar mais oportunidades de negócios aos seus expositores, preparou uma novidade para esse ano. No

Revista Analytica: a revista do controle de qualidade industrial

Na edição simbólica de número 100 da Revista Analytica, trazemos dois grandes artigos para fornecer bases científicas para todos que atuam na área. No ramo

CTG Brasil investe mais de R$4 milhões em projeto para geração de biocombustível

Projeto sobre macrófitas, em parceria com o Senai, terá duração de três anos e receberá investimento de R$ 4,6 milhões   A CTG Brasil, segunda

Seções
Fechar Menu