OMRON Brasil anuncia laboratório de inovação tecnológica para desenvolvimento da Indústria 4.0 no país

Proof of Concept é mais uma ação inovadora da OMRON na indústria de automação junto com a aquisição global de US$ 157 milhões da norte-americana Microscan, concluída em outubro do ano passado. No Brasil, união da força de vendas com a OMRON alavancou em duas vezes os negócios da Microscan no país no primeiro trimestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado

A OMRON, empresa global líder em automação industrial, anuncia o lançamento no Brasil do laboratório de inovação tecnológica Proof of Concept (PoC). Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da Indústria 4.0 no país, o PoC brasileiro conta com tecnologia de ponta para testar as últimas tendências em soluções integradas de automação industrial, incluindo robótica, redes industriais, segurança e controle de qualidade.

“A OMRON é reconhecida mundialmente por seu investimento em inovação impulsionada pelas necessidades sociais. Aumentar a segurança e eficiência na indústria são fatores cruciais para que nossos clientes se desenvolvam, sejam mais competitivos e se destaquem no mercado global. O conceito da Indústria 4.0 se apresenta como uma enorme oportunidade para o Brasil e o nosso laboratório Proof of Concept é mais uma forma de estimular este progresso”, destaca Carlos Neves, diretor da unidade de Automação Industrial da OMRON Brasil.

O Proof of Concept da OMRON está presente em países-chave entre os 117 em que a empresa possui operações. Por meio dele, a OMRON viabiliza testes e validações de sistemas que se comunicam em rede (EtherCAT, EtherNet/IP, OPC UA etc.), geram dados que ajudam na tomada de decisão e aplicações de inteligência artificial. Este processo minimiza riscos de falhas nas aplicações e garante o retorno do investimento em automação.

A estrutura do Proof of Concept da OMRON Brasil acomoda três células robotizadas capazes de trabalhar conectadas entre si no mesmo processo de fabricação ou separadas em aplicações independentes. “Esta flexibilidade é um elemento característico da Indústria 4.0. A partir da implementação das células robotizadas, as indústrias conseguem elevar a produtividade, reduzir custos e obter maior controle sobre o processo produtivo”, afirma o gerente de Marketing da OMRON Brasil, Edicley Machado.

Automatizadas 100% com produtos OMRON, as células são compostas por três robôs fixos desenvolvidos pela empresa: o Quattro 650H, o Viper 850 e o eCobra 800, além de um robô móvel colaborativo, o LD-90. O PoC da OMRON Brasil apresenta ainda uma integração completa da plataforma Sysmac, que reúne as tecnologias de automação industrial em um único software.

OMRON Microscan: união de força de vendas alavanca negócios no Brasil

Junto do lançamento do laboratório de inovação tecnológica Proof of Concept, outro movimento da OMRON que já mostra resultados é a aquisição global da Microscan, concluída em outubro do ano passado por US$ 157 milhões. No Brasil, onde a Omron conta com mais de 850 colaboradores em todas as suas divisões, a união da força de vendas das duas marcas resultou em um crescimento de 100% nas vendas de produtos Microscan no primeiro trimestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado.

Com mais de 35 anos no mercado, a Microscan hoje opera com o nome OMRON Microscan e contribui com um rico portfólio de soluções para rastreamento e identificação. A aquisição permitiu à OMRON um ganho de 30% no mercado global de identificação automática e sistemas de visão no último ano. “A força da Microscan no mercado de identificação automática e sistemas de visão somado ao nosso investimento no Proof of Concept nos abrem grandes perspectivas para um crescimento acelerado no mundo todo e especialmente no Brasil. Redução de custos e desperdícios, automatização de processos críticos de fabricação e aumento de produtividade são as palavras que ditam a Indústria 4.0 e que queremos ajudar a incorporar à realidade brasileira”, finaliza Leandro Nicodemo, gerente Nacional de Vendas da OMRON Brasil.

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Seções
Fechar Menu