fbpx

Manifold de Pressão Positiva ASPEC | Analytica 93

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A mesma qualidade obtida com a tecnologia de extração em fase sólida usando pressão positiva, agora disponível em uma versão manual.

O manifold de pressão positiva ASPEC® para extração de fase sólida (SPE) fornece um controle consistente da taxa de fluxo para o clean-up de amostras de baixa ou alta viscosidade, melhorando a reprodutibilidade e a recuperação. Utilizando a pressão positiva através de um gás inerte o sistema permite uma SPE muito mais precisa quando comparado aos sistemas que utilizam vácuo. O ASPEC Manifold quando utilizado em seu laboratório, fornece uma maneira rápida e simples de preparar amostras para posterior análise.

Módulo único compatível com cartuchos 1 mL, 3 mL e 6mL e placas de 96 poços, o Manifold ASPEC irá atender todas às suas necessidades de SPE.

O ASPEC Manifold oferece um maior controle das amostras quando comparado com os manifolds a vácuo tradicionais, proporcionando maior confiança nos dados gerados e extrações reproduzíveis através dos reguladores finos de pressão positiva que melhoram o controle do fluxo e a reprodutibilidade.


Saiba mais

(11) 2162-8080
marketing@novanalitica.com.br
www.analiticaweb.com.br


 

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Linha SafePack do Grupo Polar mantem estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo

Novas tecnologias, que foram apresentadas na 24 ª FCE Pharma, foram desenvolvidas para manter e garantir estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo  

15ª edição da Analitica Latin America traz Rodada de Negócios: espaço reservado para a efetivação de negócios

Reprodução de Analitica Latin America A Analitica Latin America, visando proporcionar mais oportunidades de negócios aos seus expositores, preparou uma novidade para esse ano. No

Revista Analytica: a revista do controle de qualidade industrial

Na edição simbólica de número 100 da Revista Analytica, trazemos dois grandes artigos para fornecer bases científicas para todos que atuam na área. No ramo

CTG Brasil investe mais de R$4 milhões em projeto para geração de biocombustível

Projeto sobre macrófitas, em parceria com o Senai, terá duração de três anos e receberá investimento de R$ 4,6 milhões   A CTG Brasil, segunda

Quase invisíveis: novas técnicas analíticas detectam contaminantes emergentes e perigosos

TEXTO LUIZ SUGIMOTO | FOTOS ANTONIO SCARPINETTI | EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA  Imprensa UNICAMP Os contaminantes emergentes são assim chamados porque falta legislá-los,

Seções
Fechar Menu