fbpx

Integridade alimentícia foi tema de curso no Sincabima

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Focado na capacitação dos profissionais da área de alimentos, o Sincabima – Sindicato das Indústrias de Cacau e Balas, Massas Alimentícias e Biscoitos, de Doces e Conservas Alimentícias do Paraná – promoveu o treinamento Food Fraud.

Abordando cases de alterações de produtos, suas consequências e as formas de precaução que devem ser adotadas pelas empresas para garantir que as fraudes alimentares sejam coibidas, o curso foi voltado para profissionais da área de qualidade e propôs uma imersão no universo das fraudes alimentares.

“A fraude alimentar sempre visa a vantagem financeira e na maioria das vezes pode trazer consequências sérias para a saúde do consumidor”, explica a engenheira de alimentos do Sincabima, Patrícia Amarante. Durante o encontro, foram mostrados casos práticos de adulteração alimentar, como alterações em bebidas, condimentos e alimentos em geral. As duas maiores operações nacionais neste âmbito, Carne Fraca e Leite Compensado, também foram tema de debates, que abrangeram diversos tipos de falsificações do setor.

Ainda de acordo com Patrícia, esse tipo de treinamento é importante não só para que as empresas estejam atentas a seus processos, mas também para que evitem outros problemas: “Além das indústrias mitigarem fraudes internas, elas também aprendem a identificar falsificações externas. Isso é imprescindível, visto que assim não correm o risco de receberem produtos fraudados de seus fornecedores”, conclui.

A segunda parte do treinamento abordou os planos de mitigação que vêm sendo utilizados pelas indústrias de alimentos para evitar a fraude alimentar, como riscos e ameaças as quais estão expostas, qual o tipo de vulnerabilidade dos produtos, como funciona o acesso de funcionários e colaboradores aos mesmos, e como detectar as adulterações.

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Honeywell lança linha de filme de barreira termoformável para embalagens farmacêuticas no Brasil

Nova linha de filmes de barreira com custo mais efetivo atende às necessidades da indústria por produção e entrega mais rápidas.   — A Honeywell

Contra cross-linking de cápsulas gelatinosas, GELITA destaca linha de produtos RXL na FCE Pharma

Além de ampliar shelf life das cápsulas gelatinosas, tecnologias patenteadas anti cross-linking da GELITA garantem ação mais rápida de medicamentos e suplementos, maior estabilidade, ou

Energia renovável: especialistas debatem o futuro do petróleo e as melhores alternativas energéticas

Foto de capa: ©Fotolia, TimSiegert-batcam A dependência do desenvolvimento do mundo baseado nos combustíveis fósseis tem dias contados, segundo especialistas participantes do terceiro episódio do

Sustentabilidade e desenvolvimento: Braskem e Earth Animal ampliam uso de embalagens de Plástico Verde

Mais de 150 marcas no mundo já usam plástico de origem renovável em embalagens O plástico é hoje um dos principais agressores do meio ambiente:

24ª edição da FCE Cosmetique mostra ao mercado produtos veganos e protetor,criado a partir do DNA, para asiáticos

A próxima edição daFCE Cosmetique já começa na próxima terça-feira (21), e apresentará as principais tendências e lançamentos para os setores cosméticos e farmacêuticos, com

Seções
Fechar Menu