fbpx

Greiner Bio-One: Placas CELLSTAR® Cell-Repellent | Analytica 93

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Com uma superfície que inibe a adesão celular, as placas são ideais para a Cultura Celular 3D

A Greiner Bio-One, por meio de um método inovador, desenvolveu uma tecnologia que evita efetivamente a adesão das células à superfície do plástico por possuir propriedades de repelência celular eficazes. Sua utilização é indicada para o cultivo de células onde as superfícies hidrofóbicas convencionais não são suficientes para impedir a adesão celular.

Atualmente, a superfície cell-repellent tem sido empregada na cultura de células em 3D (ou esferoides), que possuem ampla aplicação para estudos de microambiente tumoral, medicina personalizada e testes de citotoxicidade.

Além do mais, é uma excelente superfície para cultivo de agregados de células-tronco, também chamados de corpos embrióides. Isso porque, as células-tronco pluripotentes possuem a capacidade de se diferenciar em diversos tipos celulares e têm se tornado uma grande promessa para o desenvolvimento de drogas em aplicações terapêuticas e em pesquisas básicas.

As placas CELLSTAR® Cell-Repellent são estéreis, há opções com diversos números de poços, são livres de DNase, RNase e DNA humano e também possuem certificado por não serem pirogênicas e citotóxicas.


Greiner Bio-One Brasil
info@br.gbo.com
www.gbo.com


 

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Linha SafePack do Grupo Polar mantem estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo

Novas tecnologias, que foram apresentadas na 24 ª FCE Pharma, foram desenvolvidas para manter e garantir estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo  

15ª edição da Analitica Latin America traz Rodada de Negócios: espaço reservado para a efetivação de negócios

Reprodução de Analitica Latin America A Analitica Latin America, visando proporcionar mais oportunidades de negócios aos seus expositores, preparou uma novidade para esse ano. No

Revista Analytica: a revista do controle de qualidade industrial

Na edição simbólica de número 100 da Revista Analytica, trazemos dois grandes artigos para fornecer bases científicas para todos que atuam na área. No ramo

CTG Brasil investe mais de R$4 milhões em projeto para geração de biocombustível

Projeto sobre macrófitas, em parceria com o Senai, terá duração de três anos e receberá investimento de R$ 4,6 milhões   A CTG Brasil, segunda

Quase invisíveis: novas técnicas analíticas detectam contaminantes emergentes e perigosos

TEXTO LUIZ SUGIMOTO | FOTOS ANTONIO SCARPINETTI | EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA  Imprensa UNICAMP Os contaminantes emergentes são assim chamados porque falta legislá-los,

Seções
Fechar Menu