fbpx

FAPESP e Agilent disponibilizam até R$ 1,14 milhão para pesquisa sobre instrumentação e medições analíticas em saúde

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Workshop em 30/8 discutirá temas de interesse da Chamada de Propostas conjunta para seleção e apoio a projetos em Saúde, Medicina Veterinária e Agricultura

A FAPESP e a Agilent Technologies, empresa norte-americana de instrumentação e tecnologia, realizam em 30 de agosto o Biopharma and Metabolomics FAPESP-Agilent Workshop, reunião científica para discussão dos temas de interesse de uma Chamada de Propostas de R$1,14 milhão lançada pela Fundação e a empresa em maio de 2017. O objetivo da chamada é selecionar e apoiar projetos de pesquisa em saúde humana, medicina veterinária e agricultura, com foco em ferramentas avançadas para diagnóstico e terapias de doenças.

Participarão como palestrantes do workshop os pesquisadores Ernani Pinto Júnior e Adalberto Pessoa Júnior, ligados à Faculdade Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP); Aparecida Maria Fontes, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da USP; Paulo Mazzafera e Maria Cristina Marcondes, do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e Felix Guilhermo Reyes, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp. Também estão programadas apresentações de Carl Myerholtz e Jim Hollenhorst, da Agilent, e de Hernan Chaimovich, da coordenação de Programas Especiais e Colaborações em Pesquisa, da FAPESP.

As propostas de pesquisa selecionadas na Chamada serão financiadas em partes iguais pela FAPESP e pela Agilent e devem prever a cooperação entre pesquisadores da empresa e cientistas ligados a instituições de ensino e pesquisa do Estado de São Paulo. O prazo limite para submissão de projetos é 29 de setembro e a divulgação do resultado da seleção está prevista para 18 de fevereiro de 2018.

Os projetos devem conter pesquisas que levem, por exemplo, ao desenvolvimento de novas formas de identificação e quantificação de metabólitos e seus fluxos nas células, tecido ou organismo humano ou animal, ou ainda a novas maneiras de analisar dados coletados em pesquisas com foco na bioterapêutica e na medicina personalizada.

As propostas poderão também incluir temas relacionados ao refinamento de instrumentos, novos protocolos de medição e formas de analisar dados, ou ainda a criação de fluxos de produção ou aplicações de técnicas existentes para ampliar o conhecimento na área. Espera-se que a pesquisa tenha relevância imediata e potencial para gerar impacto econômico, além de possibilitar a ampla disseminação do conhecimento gerado à comunidade científica internacional.

“A colaboração FAPESP-Agilent oferece a pesquisadores em São Paulo a oportunidade de desenvolverem projetos de pesquisa em temas avançados e em colaboração com pesquisadores da empresa. É muito positivo que a Agilent, empresa reconhecida por sua capacidade em ciência e tecnologia, valorize na comunidade paulista de pesquisa cientistas capazes de contribuírem aos objetivos da empresa. A interação com a empresa é facilitada pelo fato de ter cientistas reconhecidos mundialmente em posições de liderança”, disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

Até três propostas serão selecionadas e financiadas pela FAPESP e a Agilent por um período de até 36 meses. A análise dos projetos será feita com base nos critérios aplicados à seleção de propostas no Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE-FAPESP) e no parecer do Comitê Gestor para a Cooperação FAPESP-Agilent, composto por representantes da empresa e da Fundação.

Trata-se da terceira Chamada conjunta no âmbito do Acordo de Cooperação firmado pela Fundação e a empresa em 2011 para apoio compartilhado a projetos de pesquisas colaborativas. Na primeira chamada, em 2011, duas propostas foram selecionadas para o desenvolvimento de pesquisa em Metabolômica em Plantas e Microrganismos, Medição e Espectrometria de Massas e Medição Avançada em Bioenergia. Na segunda, em 2013, outros dois projetos foram selecionados para realizar investigações em Biologia Sintética e Segurança Alimentar.

“A cooperação da Agilent com a FAPESP, através desta chamada, está alicerçada em nossa Estratégia Global de trabalho com o setor acadêmico. Esta estratégia define a Agilent não somente como provedora, mas como parceira, estabelecendo colaborações que incentivam a pesquisa básica e aplicada, buscando inovação e soluções para problemas analíticos desafiadores. Através do investimento na terceira chamada Agilent-FAPESP investimos recursos financeiros, mas principalmente buscamos a interação dos cientistas da área de Pesquisa e Desenvolvimento da Agilent, com cientistas brasileiros que produzem pesquisa de altíssima qualidade“, afirmou Gisela Bellinello, Brazil Country Manager e Global Academic Sales Director da Agilent.


O conteúdo completo da Chamada de Propostas está publicado em: www.fapesp.br/en/10886


Para informações e inscrições no Biopharma and Metabolomics FAPESP-Agilent Workshop, acesse: http://www.fapesp.br/eventos/agilent/registration


Para informações sobre o Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE-FAPESP), consulte: www.fapesp.br/pite.


BIOPHARMA AND METABOLOMICS – FAPESP – AGILENT WORKSHOP

Data e horário: 30/8/2017, das 14h às 16h30

Local: auditório da FAPESP, rua Pio XI, 1500 – São Paulo

Mais informações e inscrições: www.fapesp.br/eventos/agilent


Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Anvisa orienta sobre o C. auris, o superfungo que está preocupando autoridades. Veja aqui.

Ontem, por meio da revista NewsLab, divulgamos uma matéria detalhada sobre o Candida auris (leia aqui), o fungo multirresistente que está alertando autoridades de todo

Exclusivo: bioMérieux Brasil fala sobre garantia da integridade dos dados com testes microbiológicos automatizados

Veja material exclusivo da revista Analytica sobre a garantia da integridade de dados com Testes Microbiológicos feito pela empresa multinacional de biotecnologia bioMérieux. Autores: Dra.

Oportunidade: Bayer abre inscrições para Programa de Estágio em 2019

A Bayer, multinacional alemã com foco em Ciências da Vida, busca 40 jovens profissionais para seu Programa de Estágio Agro 2019, que está com inscrições

Poluição de Manaus causa impacto brutal na Floresta Amazônica, aponta estudo

Grupo de pesquisadores descobriram que a poluição de Manaus, capital do Estado do Amazonas, aumenta para além do esperado a formação de aerossóis produzidos pela

Oportunidade: UFSCar seleciona bolsista de pós-doutorado em Química

O Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), uma das maiores universidades federais do país, está com inscrições abertas

Seções
Fechar Menu