fbpx

Como funciona a troca iônica? | Analytica 95

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

As resinas de troca iônica removem eficazmente os íons da água trocando-os por íons H+ e OH-. As resinas são grânulos inferiores a 1 mm, compostos por polímeros insolúveis de elevada carga com um número elevado de locais de forte troca iônica.

Como a troca iônica remove os íons da água 

Os íons na solução fixam-se às resinas, onde – em função das suas densidades de carga relativas (carga por volume) – competem pelos locais de troca.

As resinas de desionização são catiônicas ou aniônicas e trocam íons de hidrogênio por cations, por exemplo, sódio, cálcio e alumínio ou íons hidroxílicos por anions, por exemplo, cloretos, nitratos e sulfatos. O íon de hidrogênio da permuta do cation une-se ao íon hidroxílico da troca do anion para formar água pura.

As resinas de troca iônica estão disponíveis em cartuchos ou cilindros. São normalmente utilizadas durante um período de tempo e, são substituídas quando os cations e anions tiverem exaustos, ou seja, tiverem substituído a maior parte dos locais de H+ e OH- ativos nas resinas.


Vantagens e restrições

Vantagens:

  • Remove íons dissolvidos até 18,2 MΩ-cm, TOC < 1ppb
  • Regeneração por desionização utilizando ácidos e bases
  • Solução de purificação de água econômica

Restrições

  • Não remove eficazmente bactérias, matéria orgânica, partículas ou agentes pirogênicos
  • Capacidade finita – depois de ocupados todos os locais iônicos, os iões já não são retidos
  • As resinas regeneradas quimicamente podem produzir matéria orgânica e partículas
  • As resinas requerem a alimentação com de água pré-tratada de boa qualidade que seja eficaz e econômica

Para mais informações no e-mail: [email protected]

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Gelita apresenta amplo e diferenciado portfólio de gelatinas de aplicação industrial na FCE Pharma

A Gelita, a empresa líder mundial no fornecimento de proteínas de colágeno para diversos ramos da indústria, participou da FCE Pharma 2019 colocando à mostra

Tecnologia, qualidade e menor custo: conheça softwares da Merck que prometem mudar a lógica da indústria farmacêutica

Presente na FCE Pharma de 2019, a Merck trouxe inovações que prometem mudar o curso da indústria farmacêutica: aliando tecnologia, produção e custos. Com mudanças

Equipamento de gerenciamento integral da cadeia fria: conheça Polar Tracker, da o Grupo Polar

Em um país como o Brasil, que possui uma variedade de temperatura tão grande, é um desafio manter a eficácia do medicamento durante o transporte

Honeywell lança linha de filme de barreira termoformável para embalagens farmacêuticas no Brasil

Nova linha de filmes de barreira com custo mais efetivo atende às necessidades da indústria por produção e entrega mais rápidas.   — A Honeywell

Contra cross-linking de cápsulas gelatinosas, GELITA destaca linha de produtos RXL na FCE Pharma

Além de ampliar shelf life das cápsulas gelatinosas, tecnologias patenteadas anti cross-linking da GELITA garantem ação mais rápida de medicamentos e suplementos, maior estabilidade, ou

Seções
Fechar Menu