fbpx

Ciência na escola: universitários da Esalq-USP levam a microbiologia para alunos de Piracicaba

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

*Crédito: Gerhard Waller

Estudantes da Esalq apresentam conceitos de microbiologia para estudantes da escola pública em Piracicaba

A estudante Thais Lino, 13 anos, não conhecia de perto um microscópio. Nem imaginava que a partir desse aparelho de observação científica daria para constatar que em um aparelho celular, na maçaneta da porta da sala de aula ou no bebedouro do pátio da escola em que estuda existem centenas, milhares de micro-organismos.

A partir de atividade “A Microbiologia na Escola” realizada pelo programa de Pós-graduação em Microbiologia Agrícola, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), um grupo de estudantes da E.E. Professora Juracy Neves de Mello, em Piracicaba, aprendeu um pouco sobre conceitos básicos relacionados a fungos e bactérias e ficou mais atento sobre os cuidados com a higiene e o compartilhamento de objetos comuns como o aparelho celular. “Achei muito interessante aprender sobre os fungos e sobre os cuidados com a higiene”, apontou Thais

Nos dias 3 e 10 de maio, estudantes da Esalq estiveram na escola Juracy de Mello. Sob coordenação do professor Claudio Aguiar, falaram aos estudantes do ensino fundamental e juntos realizaram coletas de material microscópico em lugares comuns do colégio, como banheiro, pátio, bebedouro, portas, entre outros. “É surpreendente a quantidade de micro-organismos presentes em todos os lugares”, destacou o estudante do 8º ano, Davi Stocco.

Juliana Sartori é pós-doutoranda na Esalq. Esteve na escola pública e comentou sobre a importância desse contato com os estudantes. “É gratificante trazer um pouco do conhecimento produzido na USP e compartilhar com eles. Para nós essa é uma oportunidade de retribuirmos à sociedade o investimento feito nas universidades públicas”.

A coordenadora da escola Juracy, Fernanda de Alencar Santos frisou que a vinda dos esalqueanos e os conceitos trabalhados se configuraram em importante momento de aprendizado. “Essa conexão entre a universidade e a escola pública possibilitou enriquecer o conteúdo de Ciências, além do que muitos aqui nunca tiveram a chance de ao menos olhar em um microscópio e perceber que no nosso dia-a-dia existem tantas bactérias. Foi uma aula prática muito rica pois eles aprenderam de maneira concreta”.

Para o professor Claudio Aguiar a universidade precisa estar próxima das comunidades a que pertence. “Estar próximo da comunidade é um desafio a ser vencido. Mostramos a esses estudantes que a microbiologia está presente no nosso cotidiano e, com isso, disseminamos conceitos básicos e importantíssimos. Além disso, trazemos a mensagem de que a USP é uma universidade pública e gratuita e que está cada vez mais acessível à comunidade”. Segundo o professor Claudio, esse é um projeto piloto que deu certo. “Essa aproximação lúdica com a comunidade estudantil teve êxito e pretendemos quem sabe estender as visitas tanto aqui como a outras instituições”.

Esalq – A Esalq é uma unidade da Universidade de São Paulo (USP), foi fundada em 1901 e desde então já formou mais de 16 mil profissionais. Oferece gratuitamente sete cursos de graduação (Administração, Ciências Biológicas, Ciências dos Alimentos, Ciências Econômicas, Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal e Gestão Ambiental). O ingresso à Esalq ocorre pelo vestibular da Fuvest e pelo Sistema de Seleção Unificado (SiSU).

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Seções
Fechar Menu