fbpx

Bomba seca de vácuo é novidade para indústria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Lançamento da Leybold atua com vazões de até 100m³/h, com refrigeração a ar e sem a atuação de lubrificantes

Uma bomba compacta, confiável, única e que produza vácuo limpo, isento de óleo e isento de água. Essas são algumas particularidades exigidas nas aplicações de bombas de vácuo. E para atender a essa demanda, combinando qualidade, inovação e tecnologia, a Leybold, consagrada empresa de tecnologia a vácuo, anuncia a nova bomba de vácuo de parafusos seca: VARODRY.

A novidade da empresa alemã apresenta alto desempenho, robustez, elevada tolerância a aplicações úmidas e no manuseio de particulados. “A VARODRY é uma bomba de vácuo 100% seca tipo parafusos, refrigerada a ar, e que dispensa um sistema de refrigeração a água. Com isso, combinamos simplicidade, robustez e mais economia de energia para o cliente”, explica Luciano Camacho, gerente de linhas de negócios da Leybold Brasil.

Sem óleo de selagem ou lubrificante, a nova tecnologia da Leybold garante que eventuais traços de contaminação de óleo invadam a câmara de vácuo ou ainda contaminem produtos e processos. O executivo explica que o produto está disponível para diversas indústrias, como a farmacêutica, energia, química e alimentícia. “Nossos investimentos em tecnologia acompanham as demandas do mercado que está em crescente modernização. A VARODRY é o resultado da tecnologia Leybold com intuito de preencher as necessidades dos nossos clientes”, finaliza.

A bomba é de fácil instalação (plug & play) e possui um par de parafusos sincronizados, sem atrito e vácuo final de 0,01mbar. Com vazões de 65 e 100m³/h (respectivamente VD 65 e VD 100), a VARODRY apresenta alta tolerância a eventuais líquidos, vapores e particulados oriundos do processo, com baixo nível de ruído, baixo consumo de energia e longos intervalos de manutenção, além da simplicidade de se realizar a manutenção. São características que garantem operação ininterrupta de forma confiável e com um custo operacional baixo.

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Seções
Fechar Menu