fbpx

aQuamec apresentará inovações tecnológicas em tratamento de efluentes no Congresso ABES Fenasan 2017

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Empresa levará para o seu estande sistemas que oferecem soluções completas para tratamento de água e efluentes. Congresso acontecerá de 2 a 6 de outubro no SP Expo, em São Paulo.

A aQuamec Brasil estará presente no Congresso ABES Fenasan 2017. Considerado o maior evento de saneamento ambiental das Américas, será realizado no SP Expo, em São Paulo, de 2 a 6 de outubro. Entre as inovações tecnológicas que a empresa apresentará em seu estande, estão os equipamentos e os sistemas que oferecem soluções completas para tratamento de água e efluentes.

A empresa levará para a feira a Osmeo, uma unidade compacta que trata chorume por meio de osmose reversa, e que é capaz de separar a água tratada e o concentrado contaminado.

A MDU e a Centreo são unidades móveis para desidratação. A MDU inclui o sistema de preparo e dosagem de polímero e adota a mesa adensadora e a prensa desaguadora como tecnologias para desidratação de lodo. Já a Centreo usa centrífuga para o mesmo fim.

“A grande inovação que apresentaremos na feira será o Watromat – Secador Térmico de Lodo a Baixa Temperatura (40°C). Esta tecnologia é capaz de secar o lodo a teores de sólidos maiores que 80% com baixo consumo energético e custo operacional de 50% a 70% menor do que o tradicional sistema térmico de secagem” Acrescenta Sonia Mucciolo engenheira de processos da aQuamec.

As tecnologias são da Francesa EMO, especialista em tratamento de lodo industrial e urbano, a empresa é representada com exclusividade no Brasil pela aQuamec.

Palestra para jovens profissionais

Nesta edição, a aQuamec inovará ainda com uma parceria com o programa Jovens Profissionais do Saneamento – JPS da ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, uma das promotoras do Congresso. A iniciativa contemplará uma palestra ministrada pelo especialista em Projetos Mecânicos Nilton Mar Bartalini, direcionada exclusivamente para estudantes e jovens profissionais, com o tema “Novas tecnologias e tendências em equipamentos para ETEs e ETAs, considerando melhor eficiência energética e operacional”. O evento ocorrerá no dia 3 de outubro, às 12h, no estande da aQuamec. As inscrições para a palestra podem ser feitas pelo email jps@abes-sp.org.br

Associada da ABES, a aQuamec é empresa membro das Câmaras Temáticas de Dessalinização e Reúso e de Comunicação no Saneamento, que a entidade promove em âmbito nacional, além da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da ABES Seção São Paulo (ABES-SP).

A empresa, que já participa há várias edições da Fenasan, foi contemplada na edição 2016 da feira com o prêmio de melhor estande no quesito sustentabilidade.
Acesse o site https://www.abesfenasan2017.com.br/index.php para conhecer a programação, fazer inscrições para o Congresso ABES e credenciamento para visita gratuita à Fenasan e ao estande da aQuamec.


 

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Linha SafePack do Grupo Polar mantem estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo

Novas tecnologias, que foram apresentadas na 24 ª FCE Pharma, foram desenvolvidas para manter e garantir estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo  

15ª edição da Analitica Latin America traz Rodada de Negócios: espaço reservado para a efetivação de negócios

Reprodução de Analitica Latin America A Analitica Latin America, visando proporcionar mais oportunidades de negócios aos seus expositores, preparou uma novidade para esse ano. No

Revista Analytica: a revista do controle de qualidade industrial

Na edição simbólica de número 100 da Revista Analytica, trazemos dois grandes artigos para fornecer bases científicas para todos que atuam na área. No ramo

CTG Brasil investe mais de R$4 milhões em projeto para geração de biocombustível

Projeto sobre macrófitas, em parceria com o Senai, terá duração de três anos e receberá investimento de R$ 4,6 milhões   A CTG Brasil, segunda

Quase invisíveis: novas técnicas analíticas detectam contaminantes emergentes e perigosos

TEXTO LUIZ SUGIMOTO | FOTOS ANTONIO SCARPINETTI | EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA  Imprensa UNICAMP Os contaminantes emergentes são assim chamados porque falta legislá-los,

Seções
Fechar Menu