fbpx

Anvisa orienta sobre o C. auris, o superfungo que está preocupando autoridades. Veja aqui.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Ontem, por meio da revista NewsLab, divulgamos uma matéria detalhada sobre o Candida auris (leia aqui), o fungo multirresistente que está alertando autoridades de todo país. Segundo o site oficial da Anvisa, desde março de 2017, o Brasil possui um documento com orientações de como os serviços de saúde (hospitais, clínicas, laboratórios, entre outros) devem proceder para prevenir e controlar a disseminação desde “superfungo”.

O órgão de vigilância sanitária está em alerta e monitora os casos suspeitos desse fungo no Brasil e acompanha os casos suspeitos, para que possa ser capaz de conseguir orientar quanto à um possível surto. Segundo a Anvisa, já foram recebidos notificações de casos suspeitos no ano de 2017, entretanto, nenhum caso foi confirmado no Brasil.

Principais medidas de prevenção:

O C.auris ainda possui mecanismo de disseminação desconhecido e também é caracterizado como um agente oportunista, ou seja, possui abrangência em populações vulneráveis e em situação de terapia hospitalar intensiva. Assim, a Anvisa orienta que para prevenir e controlar é necessários ações como: enfatizar a importância da higienização das mãos para todos os profissionais de saúde, visitantes e acompanhantes,  a disponibilização continua de insumos para a correta higienização das mãos e de luvas e aventais para o manejo do paciente e suas secreções,  a correta paramentação para lidar com o ambiente em torno do paciente colonizado ou infectado, entre outros.

Identificação do fungo:

A Anvisa também apresentou a criação da rede laboratorial para identificação de C. auris. O novo documento procurou orientar os laboratórios de microbiologia quanto aos métodos de detecção desse fungo. A identificação do C. auris é simples, e diferente dos demais fungos, requer técnicas mais rebuscadas e não é possível identificá-lo apenas pelas metodológicas moleculares e fenotípicas comuns.  Além disso, ele pode ser facilmente confundido com outras leveduras, tais como Candida haemulonii Saccharomyces cerevisiae.

Para ler na íntegra o comunicado da Anvisa, clique aqui:

 >> Comunicado de risco nº 01/2017 – GVIMS/GGTEs/Anvisa em razão dos relatos de surtos de Candida auris. <<

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Cora 100: espectrômetro portátil, rápido e compacto da linha Raman Cora

A Anton Paar apresenta o mais novo membro da família de espectrômetros Raman Cora: o espectrômetro Raman de mão Cora 100, rápido e compacto, é perfeitamente adequado para a

Colunas para cromatografia gasosa da Zebrom tem qualidade internacionalmente reconhecida

A Zebrom produz colunas para cromatografia gasosa (GC) desenvolvidas por cientistas especializados da Phenomenex com a melhor tecnologia do mercado. Como comprovação de sua eficiência, foi reconhecida com três prêmios

Linha SafePack do Grupo Polar mantem estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo

Novas tecnologias, que foram apresentadas na 24 ª FCE Pharma, foram desenvolvidas para manter e garantir estabilidade sob temperaturas extremas por muito mais tempo  

15ª edição da Analitica Latin America traz Rodada de Negócios: espaço reservado para a efetivação de negócios

Reprodução de Analitica Latin America A Analitica Latin America, visando proporcionar mais oportunidades de negócios aos seus expositores, preparou uma novidade para esse ano. No

Revista Analytica: a revista do controle de qualidade industrial

Na edição simbólica de número 100 da Revista Analytica, trazemos dois grandes artigos para fornecer bases científicas para todos que atuam na área. No ramo

Seções
Fechar Menu