Air Liquide inaugura unidade na Dinamarca para a produção de hidrogênio sem carbono

A Air Liquide, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, inaugurou na cidade de Hobro, Dinamarca, a HyBalance, uma unidade piloto para a produção de hidrogênio sem carbono. A instalação utiliza tecnologia de eletrólise e permite equilibrar a rede elétrica e armazenar toda a eletricidade excedente na forma de hidrogênio, que será utilizado na indústria e no transporte. Esse projeto, iniciado em 2016, é liderado pela Air Liquide com financiamento da Fuel Cells e da Hydrogen Joint Undertaking (FCH JU), uma parceria público-privada europeia e com o apoio do programa dinamarquês EUDP.

Como parte desse projeto, a Air Liquide desenvolveu, construiu e está operando uma unidade que produz hidrogênio a partir da eletrólise da água, bem como um centro de enchimento para atender os seus clientes com entregas realizadas por reboques. O eletrolisador, com uma capacidade de 1,2 MW, possibilita a produção de cerca de 500 kg de hidrogênio por dia, sem liberar CO2. Além de ser fornecido para os clientes industriais, o hidrogênio produzido também é utilizado para abastecer a rede de cinco estações de hidrogênio instaladas e operadas pela Copenhagen Hydrogen Network (CHN), uma subsidiária da Air Liquide na Dinamarca.

A Dinamarca é pioneira na integração de energias renováveis no mix energético nacional, sendo que 40% da eletricidade do país é produzida a partir de turbinas eólicas. Ao compensar a intermitência de energia renovável, o hidrogênio oferece uma solução de armazenar a eletricidade excedente para enfrentar os desafios impostos pela transição energética.

François Darchis, Vice-Presidente Sênior e membro do Comitê Executivo do Grupo Air Liquide, supervisionando o setor de Inovação, salientou: “A energia do hidrogênio possui um potencial extraordinário para apoiar a transição energética. A Air Liquide tem orgulho de fazer parte do projeto HyBalance. Ele também contribui com o compromisso do Grupo de desenvolver soluções tecnológicas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa, com o objetivo de enfrentar as mudanças climáticas”.

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Seções
Fechar Menu