ABB e Kawasaki criam a primeira interface comum do mundo para robôs colaborativos

ABB e Kawasaki Heavy Industries, players globais na automação industrial e robótica lançam inovadora interface de operação colaborativa comum para robôs
A demanda de robôs colaborativos superou a o mercado de rápido crescimento dos robôs industriais, já que robôs de fácil manuseio abrem portas para novos usuários. O fato é que robôs colaborativos podem ser programados e operados por pessoas sem treinamento especializado, ajudando empresas de pequeno e médio porte, especialmente ultrapassando os processos de aprendizado de robôs industriais, que normalmente são mais longos.

Robôs colaborativos (cobots) podem ser operados por praticamente qualquer usuário. Sua flexibilidade em trabalhar em praticamente qualquer lugar de uma fábrica sem barreiras de segurança também os torna ideais para atender os picos de demandas inesperados e repentinos.

“A nova interface de operação de padrão industrial de última geração irá aumentar o já acelerado crescimento que vemos em robôs colaborativos”, diz Per Vegard Nerseth, Diretor Executivo de Robótica da ABB. “Isso dará flexibilidade e escalabilidade a muitos novos fabricantes”.

A interface é um resultado da colaboração entre a ABB e Kawasaki, anunciada em novembro de 2017, projetada para compartilhar conhecimento e promover os benefícios da automação colaborativa, especialmente para robôs colaborativos de braço duplo. Inclui interface simplificada robótica-humana com ícones e navegação intuitivos, que se assemelham aos dos smartphones.

Uma demonstração conjunta dos robôs colaborativos duAro, da Kawasaki e YuMi®, da ABB, na feira IREX 2017 em Tóquio, Japão.

Yasuhiko Hashimoto, Diretor Executivo e Presidente da Precision Machinery and Robot Company, Kawasaki Heavy Industries, Ltd., diz: “Estamos orgulhosos em dar esse primeiro grande passo com a ABB e é inteiramente apropriado que nós inauguremos uma nova era de automação de colaboração com uma abordagem colaborativa. Robôs colaborativos darão uma imensa contribuição para a sociedade tornando a manufatura mais flexível e eficiente”.

Além do desenvolvimento contínuo da interface operacional, a colaboração também foca em outros assuntos, como as normas de segurança. As normas de segurança industriais são baseadas em anos de prática, sustentadas por parâmetros específicos. O objetivo da automação colaborativa é desenvolver padrões de segurança que garantam a segurança do trabalhador, mas que também permitam formas totalmente novas de trabalhar em conjunto sem restringir indevidamente os vários benefícios dos robôs colaborativos.

 

Acesse a ultima edição da Analytica

Ultimas Notícias

Seções
Fechar Menu